Sobre “O mundo dos livros”

Olá? Tudo bem? Vamos falar sobre…

A história sobre “O mundo dos livros”.

A ideia para criar esse blog, de fato, foi meio repentina. Eu já vinha observando alguns blogs, Instagram, Facebook onde a conta não era pessoal, e sim sobre assuntos diversos. Lembro de já ter vistos contas públicas onde o pet de pessoa que administrava a rede social era a sensação do momento, ou algum estudante pré-vestibulando contanto sobre sua rotina de estudos, ou também pessoas falando sobre os livros que lia e falando o que achavam deles.

De fato, ao analisar cada uma das opções, a que mais me chamou atenção e me agradou foi a última. Falar sobre livros é divertido. Daí pensei: por quê não?!

Esse início de ano, para mim, foi marcado por uma coisa extremamente importante: vestibular. Eu já estava tensa achando que minha nota no ENEM seria baixíssima por conta da redação, esta que eu achava ter estragado por conta de alguns erros, mas até que fui bem e tirei 760, o que me deixou feliz e com uma pontinha de esperança de conseguir entrar em alguma universidade.

O SISU me desgastou bastante. Era o dia inteiro acompanhando as notas de corte, pesquisando outros cursos que tivessem relação com o que eu queria (animais, biologia, ciências), rezando para que minha posição não caísse. Mas, infelizmente, eu caí. E a queda foi feia. Eram apenas vinte vagas na categoria ampla concorrência, e eu já estava na 67º posição. Quais eram as esperanças de ser convocada na chamada regular ou na lista de espera? Nenhuma, afinal de contas, tinha muita gente na minha frente, e eu pensei que era hora de arriscar outro curso, mesmo que não fosse o que eu queria, apenas para poder entrar na universidade e, quem sabe lá dentro, migrar para algum outro curso que me agradasse.

A segunda opção no SISU ficou em Ciências Sociais. Na lista de espera, onde 20 vagas estavam disponíveis, eu estava na posição 35º, bem mais perto e bem mais fácil. Eu escolhi ficar na lista de espera de Ciências Sociais, porque, de acordo com o meu raciocínio, seria mais fácil conseguir uma vaga na lista de espera. E eu entrei pra lista de espera. Confiante que passaria e rezando e fazendo promessas.

Bem, saiu a primeira chamada, convocaram nove pessoas, e adivinha só a minha posição? 11ª. Que sensação amarga, porque eu senti, naquele exato momento em que vi minha classificação geral, que eu tinha batido na trave. Quase lá. Mas eu não me desanimei, sabia que haveria uma segunda chamada. Adquiri confiança logo no mesmo instante. Eu ainda tinha chances. Só precisava que duas pessoas desistissem, só duas pessoas, para, assim, eu conseguir entrar.

Mas…

Não deu. Ninguém desistiu do curso. Eu não iria entrar na universidade. Meu sonho (o de entrar na universidade, não de cursar ciências sociais) foi por água abaixo e, por 15 minutos, eu fiquei sem rumo.

Mas depois eu pensei: Ciências Sociais, é realmente isso o que eu quero? Porque meu sonho sempre foi cursar Zootecnia ou Veterinária, e Ciências Sociais não tinha a menor relação com esses dois cursos que sempre foram, para mim, minhas primeiras opções. Eu fiquei triste no começo sim, porque eu queria muito entrar na universidade, mas agora eu estou agradecida.

Sim, agradecida.

Porque eu estaria no lugar errado, com as pessoas erradas e no momento errado. Ciências Sociais não é o meu curso. Não é o meu sonho. E eu não poderia roubar o sonho de outra pessoa que sonha em cursar Ciências Sociais. Não mesmo.

E agora, vou retornar para o cursinho. Retornar para uma rotina de estudos, cansativa e pesada, mas tudo bem. Eu estou correndo atrás do meu sonho.

E, como um hobby, para passar o tempo e espairecer, também para relaxar diante da pressão do vestibular, decidir criar esse blog.

Eu amo ler. Eu amo escrever. E achei a ideia de compartilhar tudo isso com vocês uma ótima maneira de, além de conhecer gente nova, mostrar para vocês livros que li por aí em PDF ou com as folhas sendo passadas pelos dedos, e também debater sobre escritores e obras que, mesmo sendo pouco ou bastante conhecidos, mudaram nossa vida de alguma forma.

Eu espero que possamos nos divertir por aqui. Lendo, escrevendo, debatendo, conversando.

É isto!

Se cuidem, leiam e até à próxima! ♥️

Anúncios

Bem-vindxs!

Olá, tudo bem?

É um pouco estranho pois eu não sei como começar isso 😅, mas vou dar o meu melhor.

Bom, eu tenho 19 anos e adoro escrever (ou melhor, amo) e ler (ler, para mim, é algo essencial). Acho que desde pequena tenho essa afeição pela leitura e pela escrita. Lembro que, quando tinha uns dez anos, comecei a escrever minhas primeiras histórias. Na verdade, quando o final de algum livro ou filme não me agradava, logo tratava de ir até o computador e escrever a minha versão. E eu amava fazer isso. Era como se eu realmente tivesse mudado os rumos da história.

Eu lembro que minha primeira história era voltada para o ambiente circense, onde eu mostrava o dia-a-dia de cada integrante. Hoje não sei mais como desenvolvê-la, mas lembro que me divertia bastante escrevendo ela.

Ah, a leitura também sempre se fez presente na minha vida. Sempre que passo por uma livraria, minha vontade é comprar todos os livros e sair de lá com um sorrisão na cara. Mas, infelizmente, dinheiro no meu bolso nunca entrou 😂

Então, para compartilhar algumas escritas minhas e também criar debates sobre obras estrangeiras e brasileiras, criei esse blog. O intuito dele é, principalmente, unir as pessoas através do gosto pela leitura e pela escrita.

Não sei se esse texto está bom, mas eu espero que esteja 😅 Torço para que possamos debater sobre livros e todos os outros assuntos que envolvam o universo literário.

É isto!

Cuidem-se, leiam e até à próxima! ♥️

Bem-vindxs ao mundo literário! Divirtam-se!